Skip to main content

Academia Rotary de Paz Positiva ensina sobre paz sustentável

A rotariana Patricia Shafer, uma das primeiras formandas do programa, explica como colocar o conceito de paz positiva em prática nos nossos projetos.

por ilustração de

Pacificar ajuda a acabar com as balas. Manter a paz tem a ver com negociações. Consolidar a paz, por sua vez, refere-se a um ambiente de segurança e condições de bem-estar através do acesso a coisas como assistência médica, educação e água. Isso é o que Patricia Shafer, Bolsista Rotary pela Paz e associada do Rotary Club de Charlotte, EUA, ensina a estudantes do ensino médio e universitários como diretora executiva da NewGen Peacebuilders. Ela é também bolsista sênior de educação para a paz na Alliance for Peacebuilding.

Recentemente, Shafer agregou à sua bolsa de estudos, tornando-se uma das primeiras ativadoras da paz positiva do Rotary – um papel que a conectará com rotarianos que querem construir a paz através de seus projetos e ajudar suas comunidades a fazerem o mesmo. Até 2022, 150 ativadores da paz positiva do Rotary serão treinados em seis regiões do mundo por meio da parceria estratégica entre o Rotary e o Instituto para Economia e Paz (IEP).

O que é paz positiva?

Oito pilares da paz positiva

  • Governo com boa administração
  • Sólido ambiente de negócios
  • Aceitação dos direitos das outras pessoas
  • Boas relações com os países vizinhos
  • Livre fluxo de informação
  • Níveis elevados de capital humano
  • Baixos níveis de corrupção
  • Distribuição equitativa de recursos

Global Peace Index, junho de 2020

Johan Galtung, sociólogo norueguês considerado o "pai dos estudos da paz", em sua premissa original de paz positiva, promoveu a ideia de que somos treinados a pensar na paz como a redução ou diminuição da violência — a remoção do mal. Mas, para chegarmos à paz sustentável, precisamos promover o bem, criando condições de bem-estar para todos. Os pilares da paz positiva do IEP são uma estrutura de oito elementos que, conforme indicado por pesquisas, funcionam em conjunto para criar sociedades mais pacíficas. Os oito pilares são importantes – trata-se de uma visão sistêmica — mas o IEP aconselha que nos concentremos em um ou dois que possam ser os mais fracos. O foco nesses aspectos pode ser a base para a concepção de um projeto em prol da paz.

O que é um ativador da paz positiva?

Existem 26 ativadores da paz positiva na América do Norte e um grupo de 30 será treinado na América Latina. Muitos são Bolsistas Rotary pela Paz. Alguns são rotarianos. Outros são embaixadores do IEP. Eu sou os três. Os ativadores são encarregados de dar às pessoas uma compreensão da paz positiva e dos oito pilares do IEP, e de ensiná-las a colocar esses conceitos em prática. Fazemos isso através de apresentações em Rotary Clubs e conferências, integrando a estrutura de paz positiva a outros trabalhos de consolidação da paz e, no meu caso, ajudando a criar uma série de treinamentos que os rotarianos poderão oferecer a suas comunidades em 2021.  

Por que você se tornou uma ativadora da paz positiva?

O Rotary tem um histórico de construção da paz que remonta a 1914, tornando-se referência em educação nessa área com o programa para Bolsistas Rotary pela Paz, que tem mais de 1.300 membros em sua rede de ex-participantes. Há uma grande oportunidade para os rotarianos se conectarem com as comunidades, abordarem a consolidação da paz e empregarem a mesma estrutura, linguagem e modo de pensar sobre esse conceito. 

Como os rotarianos podem se envolver?

Algo fácil de fazer é aprender sobre a estrutura de paz positiva do IEP através da Academia Rotary de Paz Positiva, que é gratuita. As oficinas de treinamento, sejam virtuais ou presenciais, podem ensiná-lo a aplicar os oito pilares da paz positiva em projetos nos quais você já está trabalhando. Se estiver trabalhando com educação e alfabetização, ou água e saneamento, como você pode enxergar essas áreas pelo prisma dos oito pilares? É transformador ver os projetos dessa maneira. É assim que você deixa de fazer apenas bons projetos e passa a ser um ativador da paz positiva.

Nos últimos meses, todas as comunidades do mundo foram afetadas pela pandemia de covid-19. Isso tem gerado um tremendo estresse. Agora, nos Estados Unidos, também estamos lidando com o impacto da discórdia sobre questões de equidade racial. Uma das premissas dos oito pilares da paz positiva é que eles criam uma comunidade mais forte e resistente, apta a enfrentar crises quando elas acontecem.

Participe da Academia Rotary de Paz Positiva: rotarypositivepeace.org.

• Este artigo foi publicado na edição de setembro de 2020 da revista Rotary.


Conteúdo relacionado

Paz deve vir de dentro para fora